VILA VERDE

VILA VERDE -

Passadiço, trilhos e praia fluvial. CDS apresenta ideias para o turismo em Aboim da Nóbrega

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente do CDS-PP de Vila Verde, Paulo Marques, apresentou esta quarta-feira, em comunicado, um conjunto de propostas para potenciar o turismo no concelho através das potencialidades de Aboim da Nóbrega.

«O turismo, principalmente o de natureza, é pilar-base estruturante do futuro do concelho de Vila Verde, seja através da criação de emprego e riqueza, seja pela retenção de população e atracção a novos residentes (que tanto precisamos) principalmente no norte do concelho», refere.

PUBLICIDADE

Fazer o “Passadiço da Lameira”, criar uma piscina pública, construir novos trilhos e recuperar a praia fluvial são aspectos que Paulo Marques considera necessários.

«Como tenho insistido, temos de ser um concelho de turismo de natureza, virado para os nossos rios, para trilhos, para os nossos campos, caminhos, aldeamentos, histórias», acrescenta.

PROPOSTAS

Sobre o “Passadiço da Lameira”, o líder do CDS-PP considera que «seria algo único em Portugal», sendo feito colado ao Rio Vade até ao Boco, em Covas. «É um percurso lindo e absolutamente deslumbrante, com cerca de 50 moinhos, com uma lagoa fantástica – Lagoa da Júlia – (de momento inacessível), com cascatas e uma praia fluvial (a ser feita no Lugar da Lameira em Aboim da Nóbrega)», refere.

Além disso, diz Paulo Marques, «é preciso, de uma vez, fazer-se uma piscina em Aboim da Nóbrega». «Por que não no excelente parque de campismo que a ATAHCA já lá fez? Seria uma forma de manter os campistas e trazer gente à freguesia, dar qualidade de vida aos habitantes e ainda trazer gente de outos concelhos. Há uma clara lacuna na zona a qual poderemos ser nós a preencher. É uma obra essencial pela qual não pararei de lutar», afirma.

O presidente do CDS-PP de Vila Verde defende também a criação de novos trilhos em toda a zona norte do concelho. «Trilhos pedestres, para motos, para bicicletas, que irão trazer novos visitantes, irão criar maior profissionalismo e maior organização à oferta neste segmento específico de turistas. Aliás, no seguimento do que propus com a criação do salto “Chão de Lameira” em Gomide, num todo integrado numa estratégia concelhia global», lembra.

A recuperação da praia fluvial é outra das propostas. «Temos em Aboim da Nóbrega uma lindíssima praia fluvial, já alvo de requalificação, mas que se encontra em péssimo estado de conversação. É hora de a recuperar, alargar e dinamizar esta praia fluvial que, para mim, fica num dos mais bonitos locais do concelho. Tem parque infantil e apoio de praia, bem que poderia ser um excelente sítio para piqueniques e convívios», explica.

Com estas acções, Paulo Marques acredita ser possível «trazer a Vila Verde, principalmente à zona norte (que é o futuro deste concelho) turistas nacionais e estrangeiros que aqui durmam, comam, levem recordações e voltem», assim como «criar rendimento para os vilaverdenses, através de fontes de receita (alimentação, estadia, guias, etc.)» e «combater o abandono do território e a desertificação».

O líder centrista acredita que seja possível «posicionar Vila Verde como uma referência do turismo de natureza».

«Para finalizar, e porque somos um concelho onde há dinheiro para tudo, mas não há dinheiro para nada, pergunto aos responsáveis pelo município, nomeadamente à vereadora responsável pelo turismo, Dra. Júlia Fernandes: Não seria uma excelente opção para cativar visitantes ao concelho? Não seria um investimento baixo para um retomo imenso? Não faria os negócios locais ganharem vida novamente? Não combatia a desertificação?», refere.

A terminar, Paulo Marques refere que «seria muito bom ir “resgatar” o Castelo de Aboim, o mais breve possível». «Vila Verde pela positiva é defender o nosso território e impulsionar o turismo de natureza», assegura.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.