VILA VERDE - Perto de 80 crianças participaram esta tarde na iniciativa “O Laço Azul que nos une”

VILA VERDE -
Perto de 80 crianças participaram esta tarde na iniciativa “O Laço Azul que nos une”

Foi para um auditório repleto de crianças que a Casa do Conhecimento desenvolveu, em parceira com o gabinete de Acção Social do Município de Vila Verde, a acção de sensibilização “O Laço Azul que nos une”, com o intuito de assinalar o mês de Abril como mês Internacional da Prevenção dos Maus Tratos Infantis.

A acção, dirigida aos mais novos – em que estiveram presentes crianças do ATL da Casa do Povo de Centro Escolar de Vila Verde, do ATL “Genius” e do “Férias+Igual” – serviu para alertar para os actos indevidos cometidos contra crianças, com o propósito de as consciencializar dos seus direitos.

A sessão teve início com as palavras de Beatriz Santos, da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Vila Verde, que abordou o tema dos Direitos das crianças.

PUBLICIDADE

“O que são?”, “Quais são?” e “O que fazer quando estes não são satisfeitos?” foram as perguntas colocadas pela oradora, que assim abriu a discussão aos mais novos para que pudessem participar e colocar outras questões.

De seguida, Alexandrina Cerqueira, da Acção Social do Município de Vila Verde, subiu ao palco em conjunto com algumas crianças para explicar o significado e simbologia do Laço Azul.

A sessão no interior do auditório encerrou com a leitura de algumas frases alusivas ao tema por parte da “pequenada” e com a apresentação de uma interacção electrónica, criada pela Casa do Conhecimento, que através de um sopro se iluminava, representando as crianças do mundo e a sua «união contra os maus tratos».

No final, as crianças foram presenteadas cada uma com um laço para ser colocado no exterior da Casa do Conhecimento.