PAÍS –

PAÍS – -

Pirotecnia com 29 acidentes e 15 mortos em três anos

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Entre 2015 e 2017, registaram-se 29 acidentes e 15 vítimas mortais na área da pirotecnia. Este ano, houve já duas mortes. Face a este «número elevado», a PSP «assume como muito relevante a actuação policial preventiva e repressiva».

Em comunicado, aquela força policial explica que, com o objectivo de incidir uma maior acção fiscalizadora neste contexto, através do Departamento de Armas e Explosivos da Direcção Nacional e Comandos Regionais, Metropolitanos e Distritais, levou a cabo a “Operação Focus”, com diversas acções de fiscalização durante o passado mês de Agosto.

Foram realizadas 152 acções de fiscalização, com um empenho de 238 elementos policiais, que resultaram em duas detenções, uma delas por detenção de armas e outros dispositivos, produtos e substâncias em locais proibidos.

PUBLICIDADE

Foi feita uma participação criminal, remetida ao Ministério Público, lavrados 16 autos de notícia por contraordenação, apreendidas sete armas e 66 artigos pirotécnicos.

A PSP destaca o empenho de todos os operadores económicos, empresas e cidadãos no cumprimento dos cuidados a ter com este tipo de artigos de pirotecnia, destacando a inexistência de acidentes com feridos ou mortos ocorridos em festas/espectáculos com celebrações municipais/locais de santos padroeiros, durante o mês de Agosto deste ano.

Recomenda que continuem a ser cumpridas todas as normas legais previstas na utilização de artigos de pirotecnia e fogo-de-artifício, mais precisamente respeitar as distâncias de segurança dos locais de lançamento, as suas instruções de funcionamento, bem como não tocar em artigos não deflagrados.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS