CASO DE POLÍCIA (Braga): PJ investiga morte de homem alcoolizado em Braga

CASO DE POLÍCIA (Braga):
PJ investiga morte de homem alcoolizado em Braga

A Polícia Judiciária de Braga procura um homem, de identidade  desconhecida, que terá dado vinho, misturado com álcool etílico, a três homens, supostamente sem-abrigo, um dos quais faleceu no local, a praça Conde de Agrolongo, vulgo Campo da Vinha, em Braga. Os outros, em coma alcoólico, e com ferimentos, foram transportados para o Hospital de Braga.

O caso foi presenciado por duas testemunhas que estavam numa esplanada existente no local, as quais, face ao comportamento incorreto do homem, que incentivava os outros a beber, o abordaram, criticando-o, já que os três estavam a cambalear em manifesto estado de grave embriaguez. Face às críticas, o indivíduo acabou por abandonar o local, depois de dizer: “faço o que quiser: Se me apetecer compro uma garrafa de uísque e dou-a aos homens.

Vocês não têm nada com isso!”,  contou uma das testemunhas ao «Vilaverdense/ Press Minho».

PUBLICIDADE

Em face desta postura arrogante, um dos que presenciaram a «cena», ameaçou-o com “um murro no focinho” o que o levou, apesar de ser encorpado, a abandonar o local.

Meia hora depois, um dos três homens foi encontrado morto e dois inanimados e com ferimentos, com “uma caixa de vinho ao lado”.

Segundo o Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Braga, o alerta foi dado pelas 18:17 e os três homens, de nacionalidade portuguesa, “podem ser sem-abrigo”.

A PSP foi chamada a verificar a ocorrência, mas a PJ já tomou conta do caso por suspeita de homicídio. Que foi declarado no local.

Ao que “O Vilaverdense /Press Minho” soube, os três homens paravam frequentemente num dos bancos do Campo da Vinha e iam comprar garrafas de vinho num supermercado da zona. Estavam, quase sempre bebâdos.

O supermercado pode vir a ter problemas já que é proíbido vender álcool a pessoas embriagadas.

Luís Moreira (CP 8078)