VILA VERDE -

VILA VERDE - -

Polícia Marítima apanhou meixão – capturado ilegalmente – numa casa em Cervães

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Polícia Marítima fez, hoje, buscas numa casa em Cervães, Vila Verde, no âmbito de uma rusga em busca de meixão, a cria da enguia, de corpo longo e transparente, que é muito apreciada gastronomicamente no Oriente, onde atinge preços proibitivos.
Ao que o Vilaverense/PressMinho soube, no local, até ao fim da tarde de hoje, estavam duas carrinhas daquele força policial, a carregar bidãos, que se supõe serem de meixão e que se destinavam a ser comercializados no estrangeiro.

As buscas envolveram vários outros locais no Minho e no Norte de Portugal, nomeadamente no concelho de Braga – arredores da cidade – onde a polícia marítima «visitou» um comerciante de origem chinesa que estará envolvido no «chorudo» negócio.

O JN, na sua edição «online», noticia que a Polícia fez hoje uma grande operação, e lembra que o meixão, a enguia-bébé, é uma espécie em perigo. A sua captura é proibida, sendo apenas permitida no rio Minho, mas de forma controlada. No mercado internacional, o quilo  de meixão atinge os 10 mil euros.

PUBLICIDADE

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.