VIANA DO CASTELO

VIANA DO CASTELO -

Prédio Coutinho candidato a imóvel de interesse público

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

É uma nova tentativa para travar a demolição do Prédio Coutinho, o edifício de habitação que a câmara municipal de Viana do Castelo quer demolir há vários anos.

O pedido de classificação do prédio Coutinho como imóvel de interesse público é liderado pelo arquitecto Fernando Maia Pinto, da Universidade do Porto.

PUBLICIDADE

Em declarações à agência Lusa, o arquitecto explica que o edifício está bem conservado e que merece ser preservado. Para Maia Pinto, a demolição é criminosa.

“É crime público. É uma coisa tão visível. Deitar abaixo habitação num país tão pobre como o nosso. É uma coisa tão criminosa que é um dever cívico uma pessoa lutar pelas coisas em que acredita. Acredito que não deve ser demolido o prédio Coutinho num país que tem falta de habitação e tem falta de dinheiro”.

A candidatura foi formalizada junto da Direcção-Geral do Património Cultural. Entre os signatários estão Manuel Monteiro, antigo presidente do CDS-PP, Joaquim Letria, jornalista, José Ribeiro e Castro, advogado e antigo presidente do CDS-PP e Jorge Estrela Ribeiro de Melo, professor catedrático.

O edifício de 13 andares já chegou a ser habitado por 300 pessoas. Actualmente, tem apenas 14 moradores.

A demolição do prédio está prevista desde 2000, ao abrigo do programa Polis, para ali ser construído o novo mercado municipal. O processo sofreu vários avanços e recuos. Já este ano, em Janeiro, foi uma vez mais suspenso, a aguardar decisão judicial da providência cautelar movida pelos últimos moradores do prédio Coutinho.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.