PAÍS

PAÍS -

Programa “Apoiar” alargado aos espaços de animação nocturna

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O programa “Apoiar” vai ser alargado às empresas que continuam fechadas desde o início da pandemia, como são exemplo bares e discotecas (espaços de animação nocturna). «O Governo decidiu que irá estender a aplicação do programa “Apoiar” para aquelas actividades que continuam impedidas de funcionar», revelou esta quarta-feria o Ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, durante uma audição regimental na comissão parlamentar de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação.

Segundo o Ministro da Economia, «a perspectiva mais vigorosa» da economia para o terceiro trimestre tem agora de ser «mais moderada», tendo em conta а evolução da pandemia.

Pedro Siza Vieira lembrou ainda que as actividades que se mantinham encerradas desde o início da pandemia – como os espaços de animação noturna – vão «provavelmente ter mais algumas semanas» pela frente antes de poderem retomar a sua actividade.

PUBLICIDADE

PROGRAMA “APOIAR”

O programa Apoiar consiste num apoio de tesouraria, sob a forma de subsídio a fundo perdido, para apoiar as empresas dos sectores mais afectados pelas medidas excepcionais aprovadas no contexto da pandemia.

“APOIAR RENDAS”

Já a medida “Apoiar Rendas”, incluída no programa “Apoiar”, é um instrumento de apoio a fundo perdido à tesouraria das empresas que explorem negócio em espaço arrendado, com o objectivo de apoiar o pagamento das rendas.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS