ESPOSENDE

ESPOSENDE -

Projecto AMAReMAR propõe reflexão sobre discriminação

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O projecto AMAReMAR promove, no dia 1 de Julho, o espectáculo de Teatro-Fórum intitulado ‘Tu e Eu, e agora?’ Esta criação colectiva, sob orientação da formadora Susana Madeira e com o Grupo de Teatro Comunitário de Esposende (Triumph’arte) sobe ao palco às 22 horas, na Praça do Município.

Promovido pela Câmara de Esposende para fomentar a inclusão social, cultural e potenciar o crescimento pessoal dos cidadãos, o Triumph’arte aborda, neste espectáculo, a adolescência e as grandes mudanças associadas a essa fase da vida.

“O nosso corpo muda, sobre mil transformações, os sentimentos estão sempre em permanente turbilhão. E é tal a avalanche de emoções, que nos faz questionar: o que é isto que estou a sentir? Está certo? A sexualidade é simplesmente uma parte natural de quem somos, ou podemos escolhê-la? Devemos sentir vergonha e esconder a nossa sexualidade ou vivê-la de forma livre e orgulhosa? Devemos ouvir e seguir o que a família, amigos e sociedade defendem ou sermos fiéis ao que sentimos? Estamos a crescer e a descobrir novos sentimentos, e a confusão invade-nos”, lê-se na sinopse da peça.

PUBLICIDADE

Este é o terceiro espectáculo do Grupo de Teatro Comunitário de Esposende, Triumph’arte, que nasceu em 2015, no âmbito do Projeto AMAReMAR e, através da acção cultural, aprofunda a discussão em torno de assuntos importantes para a comunidade.

‘Tu e Eu, e agora?’ convida à discussão e reflexão sobre o tema da discriminação face à orientação sexual de cada indivíduo.

Este é um espectáculo de Teatro-fórum, uma das técnicas teatrais da Metodologia do Teatro do Oprimido, de Augusto Boal. Entre Maio e Junho deste ano, com ensaios bissemanais, foi possível a construção de um resultado que convoca ao diálogo, à participação activa e ao ensaio de soluções possíveis para este tema que muitas vezes é camuflado e entendido como um tabu.

AMAReMAR procura potenciar o envolvimento da comunidade em todas as fases do projecto, nomeadamente através da exploração e (re)descoberta da cultura local, da história das gentes, da transformação social.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.