BRAGA

BRAGA -

Projecto do Lar de Gualtar do Centro do Vale do Homem aprovado pela Câmara

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

«É uma mais-valia para a cidade e para a freguesia». É assim que o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, classifica o projeto de reconstrução e adaptação a lar de idosos da Casa da Quinta da Igreja, em Gualtar, Braga, que esta segunda-feira foi aprovado na reunião de Câmara.

O autarca reafirma a posição que tomou aquando do lançamento da iniciativa, a de que «é de louvar» tudo o que melhore a proteção social no concelho, no caso através de uma associação com provas dadas no vale do Cávado.

PUBLICIDADE

O presidente do Centro Social do Vale do Homem (CSVH) , Jorge Pereira, disse a “O Vilaverdense/PressMinho” que a iniciativa vai implicar um investimento de 2,5 milhões de euros.

«Vai ser um lar de terceira idade para 50 idosos socialmente vulneráveis e cria 40 postos de trabalho», vincou.

O dirigente do Centro adiantou que foi já apresentada uma candidatura ao programa europeu PQCAPI, o qual junta verbas do Plano Juncker e da banca, para empréstimos bonificados.

A obra do chamado “FelizmenteLar”, que deve estar concluída no final de 2019, tornou-se possível através da assinatura de um contrato de comodato – válido por 25 anos renováveis por períodos de 5 anos –  entre o CSVH e a junta de freguesia bracarense de Gualtar, proprietária da Quinta.

Localizada paredes-meias com a “velhinha” igreja românica de Gualtar, a solução encontrada para a Quinta da Igreja concretiza – disse na ocasião o ex-presidente de Gualtar, João Nogueira – «um sonho nascido  em 1989, data em que aquele património passou para as mãos da Junta».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS