AUTÁRQUICAS

AUTÁRQUICAS -

PSD e CDS-PP de Famalicão renovam coligação para novo ciclo autárquico

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Concelhia de Famalicão do PSD aprovou, em plenário online, a constituição da coligação ‘Mais Acção. Mais Famalicão’ para o ciclo autárquico 2021-2025, após o CDS-PP o ter feito o mesmo.

“A experiência vivida nos últimos 20 anos demonstrou-nos que este projecto entre o PSD e o CDS-PP tem dado frutos, tem sido bem-sucedido e quem tem ganho com ele é Vila Nova de Famalicão”. É desta forma que Paulo Cunha, presidente da comissão política concelhia social-democrata famalicense, vê a renovação do acordo de coligação entre as duas forças partidárias para o ciclo autárquico 2021-2025.

PUBLICIDADE

Com este acordo, Paulo Cunha, actual presidente do município, acredita que estão criadas condições “para que o concelho de Famalicão tenha uma plataforma eleitoral muito alargada, que além de reunir pessoas que estão relacionadas com os dois partidos, também permite e procurará encontrar na sociedade civil homens e mulheres que ajudem a corporizar um projecto eleitoral que seja mobilizador e que assegure a Famalicão condições de governabilidade e de prosperidade para o nosso concelho”.

Recorde-se que com a renovação deste acordo de coligação, este é já o sexto processo eleitoral consecutivo a juntar os sociais-democratas e os centristas famalicenses.

As últimas cinco vezes que a coligação dos dois partidos foi a votos, resultaram em maiorias absolutas (2001, 2005, 2009, 2013 e 2017) que deram sucessivamente às duas forças partidárias as presidências da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal.

Nas autárquicas de 2017, a coligação obteve 68% dos votos, elegendo oito vereadores, mais cinco que o PS, que conseguiu 24%.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS