VILA VERDE

VILA VERDE -

Requalificação de estradas de Vila Verde arranca em Setembro

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

São 3,3 milhões de investimento. O Tribunal de Contas deu “luz verde” ao lançamento, pela Câmara de Vila Verde, de um programa de obras de requalificação de vias de comunicação estruturantes para a modernização e o desenvolvimento harmonioso do território concelhio.

O autarca António Vilela adiantou ao jornal “O Vilaverdense” que as obras serão consignadas já no mês de Setembro, arrancando logo a seguir. «Com este investimento dá-se um salto de enorme importância em termos de vias de comunicação. Falta, agora, que o Governo avance com a prometida Variante ao Concelho e com a requalificação da Estrada Nacional 101», lamentou.

PUBLICIDADE

Vilela diz que o Governo já prometeu fazer as duas obras, «fundamentais para a economia do Município e da região», mas, ao que parece, no horizonte está, apenas, mas sem data, a requalificação da EN 101. «Lamentamos que o nosso Concelho continue esquecido, nesta matéria, pelo poder central», sublinha.

O investimento agora autorizado, com um limite máximo de 3,3 milhões de euros, contempla, ainda, a requalificação e construção de infra-estruturas de água e saneamento em diferentes locais.

Estão neste caso a Estrada Municipal (EM) 531-2 que liga as Freguesias de Coucieiro e Atães e da M532-2 que une o lugar de Revenda em Travassós a Godinhaços; da M566 que liga a Ponte Nova (Loureira) à da rotunda da Lage; das Rua das Vinhas que liga Turiz a Vila Verde e da Rua 25 de Abril que liga o centro urbano de Vila Verde a Barbudo.

Engloba ainda o Caminho Municipal (CM) 1179 e do M1167, que ligam Parada de Gatim a Freiriz e Freiriz a Escariz; da M537 que une Pico Regalados a Gomide, e da Rua Eng. Adelino Amaro da Costa e Dr. António Ribeiro Guimarães, na sede concelhia, assim como a repavimentação da Rua Bouça Penedo, na Freguesia de Cervães.

«Depois de uma fase de ampla execução de projectos de instalação de infra-estruturas e equipamentos de crucial importância para a elevação da qualidade de vida dos vilaverdenses, designadamente no domínio do alargamento da rede de saneamento básico, que determinaram inevitáveis danos em várias artérias concelhias, o Executivo Municipal contratou um financiamento tendente à criação de condições para a realização de obras de modernização da rede viária», anunciou a Câmara, em comunicado, emitido em Abril.

A intenção é «dotar o Concelho de vias de comunicação propiciadoras de uma circulação cómoda, célere e segura de todos os veículos automóveis, alavancando, assim, a atractividade do território concelhio».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS