CASO (Futebol)Ribeira do Neiva-Lanhas acabou com muita confusão

CASO (Futebol)
Ribeira do Neiva-Lanhas acabou com muita confusão

Foi à batatada que acabou o dérbi entre o Ribeira do Neiva e o Lanhas, jogo que foi quentinho, com o golo da vitória da equipa da casa a surgir nos minutos finais. Depois, quando os jogadores se dirigiam para os balneários, gerou-se uma enorme confusão, com várias agressões.

O jogador do Lanhas Sementes acabou com o sobrolho aberto, segundo diz por jogador do Ribeira do Neiva, tendo mesmo sido transportado pelo INEM para o Hospital de Braga, onde foi suturado com quatro pontos.

«Tudo começou com uma troca de palavras entre o nosso jogador Conceição e o presidente do Ribeira do Neiva. Quando olhei, já o presidente estava a agredir o nosso jogador. Fui lá para acalmar as coisas e levei logo um soco do número 7 deles (Carlos Gomes). Levei as mãos à cara e quando vi sangue fui para os balneários, porque não gosto de confusões. É inadmissível um presidente ter um comportamento destes. Sei que depois envolveram-se todos à pancada durante mais alguns minutos», contou Sementes à edição online do Desportivo, que desmentiu a versão (ver peça abaixo) do presidente do Ribeira do Neiva, que o acusou de ter sido ele a provocar toda a confusão.

PUBLICIDADE

«Isso é tudo mentira. Não sei se alguém chutou alguma bola, mas eu não o fiz. Não fiz nada, só fui lá para separar e acabei agredido. É lamentável que se digam essas coisas. Estão a querer desviar as atenções, porque quem me agrediu não foi um adepto, mas sim um jogador do R. Neiva. Foi o número 7. Vi bem quem foi», atirou o jogador, que apresentou queixa na GNR de Vila Verde. «Confirmo que apresentei queixa na GNR contra o jogador. Não sei se mais alguém do Lanhas o fez, porque houve mais vítimas», disse.

Contactado pelo Desportivo, Hélder Oliveira confirmou a existência de cenas de pancadaria e contou a sua versão sobre os acontecimentos.

«O jogo foi quentinho e quando o pessoal se deslocava para o balneário envolveu-se à pancada. Ele (Sementes) chutou a bola e bateu na cara de um dos nossos adeptos. Depois, um adepto invadiu o campo e agrediu o jogador do Lanhas. Até lhe chamei a atenção. É lamentável o que se passou esta tarde», disse.

Capitão do Lanhas acusa o Presidente do Ribeira do Neiva

Dinho, capitão do Lanhas, acusou o presidente do Ribeira do Neiva de ter iniciado toda a confusão que se instalou no final do jogo.

«No final da partida, um jogador nosso chutou a bola com a frustração de ter perdido, pois tínhamos sofrido o golo mesmo a terminar o jogo. A bola parece que foi na direcção dos adeptos, mas essa não era a intenção do nosso jogador. Depois, o presidente foi tirar dividendos com esse jogador e começou a porrada. O Sementes foi lá separar e acabou agredido por um jogador deles», contou Dinho.


WWW.DESPORTIVOVALEDOHOMEM.COM