BRAGA

BRAGA -

Ricardo Rio defende maior alinhamento entre os ODS e o plano de recuperação e resiliência

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, está a participar numa conferência da Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários (ECON) e defendeu maior alinhamento entre os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o plano de recuperação e resiliência.

«É fundamental que exista uma melhor implementação dos ODS adaptada à nova realidade pós-Covid-19», começou por referir o edil bracarense.

«Os ODS, apesar de erradamente desvalorizados, são um modelo para a recuperação sustentável que deve servir de guia para enfrentarmos os desafios económicos que se colocam e atingirmos as metas definidas pela União Europeia», afirmou Ricardo Rio.

PUBLICIDADE

Nesse sentido, o líder do executivo salientou que são necessárias acções concretas para que o cumprimento das metas seja possível.

«O papel dos poderes locais e regionais é essencial para se atingirem os objectivos em matéria de sustentabilidade, pelo que as políticas locais devem estar alinhadas com as estratégias nacionais europeias. Nessa área, é importante estabelecer uma estratégia de aplicação dos ODS», explicou o autarca bracarense.

Para além disso, Ricardo Rio apontou a apontando a cimeira das Nações Unidas em 2023, dedicada aos ODS, como um marco significativo, sendo de recordar que o edil é relator do Comité das Regiões Europeu para os ODS.

A decorrer em Zwolle, nos Países Baixos, esta iniciativa é organizada pelo Comité das Regiões Europeu e estão a a ser debatidos temas como a execução dos Planos de Recuperação e Resiliência, o novo instrumento de emergência para o mercado único ou a implementação dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.