REGIÃO

REGIÃO -

Suspeitos de furtos em lojas de Arcos de Valdevez e Braga ficam em prisão preventiva

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A GNR deteve em flagrante delito um casal por furto num talho e minimercado em Braga, suspeitos da prática do mesmo crime em Arcos de Valdevez, tendo ficado em prisão preventiva após presentes a tribunal.

Contactado pela agência Lusa, o capitão Carlos Andrade, da GNR de Arcos de Valdevez, explicou que os suspeitos – a mulher de 27 anos e o homem de 39 – pertencem a um grupo composto por cerca de cinco elementos, responsáveis por furtos em estabelecimentos comerciais nos distritos de Viana do Castelo, Braga e Porto.

“Os furtos praticados pelo grupo, que não tem residência fixa, são continuados, quase numa frequência diária e causam algum alarme social, sobretudo junto dos comerciantes. Furtam, entre outros estabelecimentos comerciais, mercearias, talhos. Parte dos artigos furtados são para consumo próprio e o restante para vender e comprar produtos estupefacientes”, explicou.

Em comunicado, o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo adiantou que a detenção, efetuada pelo Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Arcos de Valdevez [que abrange os concelhos de Arcos de Valdevez, Ponte de Lima, Ponte da Barca e Paredes de Coura], ocorreu na segunda-feira, na sequência de uma investigação em curso há algum tempo.

No decurso da operação policial, que culminou com a detenção dos dois suspeitos, foram apreendidos um veículo, 245,08 euros, 63 moedas de coleção, cinco relógios, três telemóveis, 13 garrafas de bebidas variadas, dois rádios portáteis de comunicação, uma trotinete e um cofre.

Os detidos foram constituídos arguidos e presentes ao Tribunal Judicial de Braga, para aplicação das medidas de coação, tendo sido decretada a medida de prisão preventiva aos dois arguidos.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.