REGIÃO

REGIÃO -

Suspeitos de violar duas jovens em Espanha são de Braga

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Os quatro portugueses detidos em Gijón, Espanha, suspeitos de violação colectiva de duas espanholas de 22 e 23 anos, na madrugada de sábado, são da zona de Braga e têm pouco mais de 20 anos.

A informação foi adiantada esta segunda-feira pelo advogado oficioso dos jovens às televisões portuguesas que se encontravam junto à Procuradoria de Gijon. 

Estão todos empregados em Portugal, sem antecedentes criminais, encontrando-se de férias por várias cidades espanholas e Gijón foi a última paragem antes de voltarem a Portugal.

PUBLICIDADE

Dois dos portugueses que são suspeitos de violar as duas jovens devem ficar em liberdade e os outros dois em prisão preventiva. Isto é o que pede o Ministério Público espanhol, após a audição de todos os intervenientes, segundo declarações do advogado oficioso dos suspeitos, avança a TVI.

Todos negam as acusações de abuso sexual, assumindo, porém, que mantiveram relações sexuais com as alegadas vítimas.

Quanto aos dois que devem ficar em liberdade, o Ministério Público espanhol pediu à juíza que fiquem proibidos de contactar com as vítimas.

À TVI, o advogado afirmou que as relações sexuais foram consentidas e garante que há prova. Segundo o advogado, a juíza está na posse de um vídeo, gravado durante os acontecimentos, que alegadamente comprova o consentimento. Outra das provas apresentadas pela defesa é o relatório médico, produzido no hospital onde as duas mulheres foram observadas, e que, segundo o advogado, refere “lesões muito ligeiras”.

As medidas de coação devem ser conhecidas ainda nesta tarde de segunda-feira.

Também esta segunda-feira, cerca das 19H00 (hora local, 18h00 em Lisboa) realiza-se em Gijón de apoio às vítimas e contra a violência sexual contra as mulheres.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.