REGIÃO -

REGIÃO - -

«Sustentabilidade alimentar nas escolas» é aposta para o Município de Esposende

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Município de Esposende vai avançar com a «implementação de um Plano de Sustentabilidade Alimentar nas escolas do Concelho, orientado para a promoção do consumo de produtos locais, nomeadamente hortícolas e pescado».

Ciente de que «a saúde e a promoção do bem-estar devem ocupar um lugar central nas políticas dos territórios e das comunidades, factores preponderantes para o seu desenvolvimento sustentável, o Município de Esposende aposta neste plano tendo por base a Estratégia Nacional para o Desenvolvimento Sustentável 2030 e os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU», pode ler-se em comunicado enviado.

Esta estratégia de sustentabilidade alimentar delineada pelo Município vai ser dada a conhecer na Conferência sobre Sustentabilidade Alimentar, no próximo dia 15 de Outubro, no Centro de Educação Ambiental, em Marinhas, onde será também assinado um protocolo com a SONAE MC, com vista à implementação de hortas escolares no âmbito do referido plano.

PUBLICIDADE

Na sessão, que contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira e do Director Executivo do ACES Cávado III Barcelos-Esposende, Fernando Ferreira, terá lugar a apresentação do Programa de Sustentabilidade Alimentar, comentado por Rui Lima, Nutricionista da Direcção Geral de Educação. Segue-se a apresentação dos resultados da avaliação da quantidade de sal nas sopas, por João Silva, do ISAVE – Instituto Superior de Saúde, com intervenção de Rita Pinheiro, do Instituto Politécnico de Viana de Castelo.

“LABORATÓRIO DE IDEIAS”

Sob a moderação da Vice-Presidente e Vereadora do pelouro da Saúde Pública da Câmara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger, decorrerá, posteriormente, o “Laboratório de Ideias”, com a participação de Fernando Ferreira, Director ACES Cávado III – Barcelos/Esposende, Helena Lima, do Laboratório de Criação para a Literacia em Saúde, Rita Pinheiro, do Instituto Politécnico de Viana de Castelo, Mafalda Duarte, do ISAVE – Instituto Superior de Saúde, Chefe Mário Rodrigues, Hugo Silva, da Movelife, José Ruivo, da Noocity, Andreia Domingues, da SONAE MC, Helena Cardoso, da DOCAPESCA, e de um representante da Comissão Nacional de Combate de Desperdício Alimentar.

A encerrar os trabalhos, intervirá o Secretário Executivo da CIM do Cávado, Luis Macedo.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.