VILA VERDE

VILA VERDE -

Tarifário de água, saneamento e lixo não sofre alterações em 2022

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Câmara de Vila Verde aprovou esta segunda-feira, por unanimidade, uma proposta de não alteração dos tarifários de água, saneamento e resíduos sólidos para 2022, mantendo-se os mesmos valores praticados este ano.

Na discussão da proposta, o vereador do Ambiente, Patrício Araújo, explicou que existiu um aumento de custos, mas que a autarquia decidiu «não repercutir isso nos consumidores», suportando o valor adicional, de cerca de 30 mil euros.

PUBLICIDADE

«Fruto da pandemia e das dificuldades que ainda se sentem, quer pelas famílias, quer pelas empresas, entendemos não mexer no tarifário do próximo ano, mantendo-se os valores actualmente em vigor», explicou.

Patrício Araújo lembrou, no entanto, que no futuro a autarquia «terá mesmo de aumentar» os preços, tendo em conta as próprias actualizações feitas pela Águas do Norte – que trata do saneamento – e pelo Governo.

«Em determinada altura vamos mesmo ter de o fazer, porque será inevitável, mas para já ainda não», sublinhou.

O vereador do PS, António Esquível Gomes, concordou com a medida, mas chamou a atenção para a «necessidade de repensar e reestruturar» os serviços, «aumentando a qualidade» e «resolvendo definitivamente» os problemas existentes.

«Há muita coisa mal e que precisa de ser enfrentada e resolvida. Devemos aproveitar a oportunidade para pensar, discutir internamente e melhorar a qualidade dos serviços prestados nestes domínios. Está na hora de olharmos para isto de forma séria», apontou.

Também o vereador do Chega, Fernando Silva, apelou a que sejam introduzidas alterações na recolha de lixo, de forma a melhorar o serviço, nomeadamente com recolhas noturnas para que os impactos sejam reduzidos, por exemplo ao nível da circulação rodoviária.

MAIS INVESTIMENTO

À intervenção do eleito do PS, a presidente da Câmara, Júlia Fernandes, respondeu com a garantia de que a Câmara fará um «investimento avultado» nas áreas do abastecimento de água e saneamento básico, estando também a preparar um caderno de encargos «mais rigoroso» no caso da recolha de lixo.

«O Orçamento Municipal para 2022 vai mostrar um maior investimento nesta matéria. Durante este mandato teremos uma aposta séria no abastecimento de água e iremos também aumentar a rede de saneamento básico», assegurou.

Sobre o lixo, a autarca lembrou que a actual concessão vigora até 2024 e anunciou que, a partir do próximo ano, o Município vai começar a trabalhar no sentido de elaborar um novo caderno de encargos para depois iniciar uma nova concessão.

«Teremos de fazer um levantamento exaustivo, que permita responder aos problemas existentes, nomeadamente reforçando os circuitos de recolha», apontou.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.