VILA DE PRADO (Educação): Vereadores do PS falam em «grandes atrasos» na obra de requalificação da Escola Básica de Prado e pedem explicações à maioria PSD

VILA DE PRADO (Educação):
Vereadores do PS falam em «grandes atrasos» na obra de requalificação da Escola Básica de Prado e pedem explicações à maioria PSD

Os vereadores do Partido Socialista na câmara de Vila Verde falam em «grandes atrasos» na obra de requalificação da Escola Básica de Prado. «Após várias chamadas de atenção por parte de pais de crianças que frequentam a EB de Prado, verificamos hoje no terreno que há efectivamente um grande atraso na execução obra», referem os vereadores José Morais, Luís Castro e Cláudia Pinto, em nota enviada à nossa redacção.

«A obra está praticamente abandonada. Não se vêm equipas de trabalho a laborar e temos sérias dúvidas que o prazo de execução seja cumprido» afirma José Morais, no “rescaldo” de uma hoje realizada pelos vereadores socialistas às obras de requalificação da EB da Vila de Prado,  cujo valor total ascende a 1,3 Milhões de euros.

PUBLICIDADE

A obra é comparticipada por fundos comunitários e o contrato de execução foi assinado em Março de 2018, tendo obtido visto do Tribunal de Contas em julho de 2018.

De acordo com o caderno de encargos, a empresa responsável pela obra deverá executar a mesma em 365 dias.

«É o próprio processo ensino/aprendizagem que está em causa. É flagrante a falta de condições mínimas de trabalho para professores e alunos na EB de Prado», acrescenta José Morais. «Os alunos têm aulas em contentores e não podem utilizar o pavilhão desportivo para a prática de educação física», sublinha.

Na sua óptica, «percebe-se que obras provoquem sempre alguns incómodos mas, neste caso, a autarquia deve ajudar a atenuá-los e tudo tem de ser feito pela câmara para que as obras não resvalem no tempo».

CÂMARA AINDA NÃO RESPONDEU

Para José Morais, «é necessário que a câmara se mantenha alerta  a atuante sobre o (não) andamento da obra, por forma a que sejam dadas condições aos professores e funcionários, para que as crianças e jovens da EB da Vila de Prado possam ter um ensino de qualidade.»

De resto, os vereadores do PS questionaram, hoje mesmo, a vereadora responsável pelo pelouro da educação na autarquia e formalizaram mesmo um pedido do ponto de situação da obra.

«A vereadora da educação não foi capaz de – até agora – dar qualquer resposta às nossas preocupações sobre o (não) andamento da obra da EB da Vila de Prado e mantém-se em silêncio», sublinha José Morais. «Esta  apatia da autarquia deixa-nos muito preocupado. A câmara não pode ficar de braços cruzados e tem de agir rápida e energicamente», conclui.

Até ao momento, embora os contactos com os responsáveis municipais, não existe qualquer resposta oficial por parte da maioria PSD.

[email protected]