CULTURA

CULTURA -

Vila Verde adere ao Plano Nacional das Artes para desenvolver projectos culturais

Share on facebook
Share on twitter
Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

No âmbito da Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde, decorreu, esta quinta-feira de manhã, na Escola Secundária, a apresentação do Plano Nacional das Artes.

Desenvolvido pelas áreas governativas da Cultura e da Educação, o Plano Nacional das Artes (PNA) tem como objectivo tornar as artes mais acessíveis aos cidadãos, em particular às crianças e aos jovens, através da comunidade educativa, promovendo a participação cultural, numa lógica de inclusão e aprendizagem ao longo da vida.

PUBLICIDADE

Pretende incentivar o compromisso cultural das comunidades e organizações e desenvolver redes de colaboração e parcerias com entidades públicas e privadas, designadamente, trabalhando em articulação com os planos, programas e redes pré-existentes.

De acordo com Paulo Pires do Vale, comissário deste plano, «pretende-se com este projecto, que não só as escolas, mas também as Câmaras e as entidades culturais, participem juntos e colaborem no território de forma integrada».

«Com este plano, o nosso objectivo é que desenvolvam projectos culturais nas escolas, que integrem outras disciplinas. Cada escola irá escolher, em democracia, quais os temas que gostaria de abordar e trabalhar. E este plano não é só para aqueles que querem ser artistas ou estudam artes. É para que todos possam juntar a criação artística a outras matérias, como a matemática ou a física, por exemplo», referiu.

No final da apresentação, Paulo Pires do Vale fez uma visita à exposição da Bienal Internacional de Arte Jovem, na presença da Vereadora da Educação, Júlia Fernandes, acompanhado dos membros do júri da Bienal Luís Coquenão, Maciel Cardeira e Rafael Ibarra.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS