VILA VERDE

VILA VERDE -

António Esquível dá “murro na mesa” e deixa garantia. «Podem contar com o PS»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O candidato socialista à Câmara de Vila Verde, António Esquível Gomes, lamentou esta quinta-feira estar a ser vítima de «constantes ataques de carácter» e garantiu que os vilaverdenses «podem contar» com o PS.

«Ao longo do último mês, desde que anunciei a candidatura, tem existido uma campanha difamatória contra mim com um objectivo claro: que eu desistisse e que o PS não tivesse qualquer candidato à Câmara», referiu.

PUBLICIDADE

Sem citar nomes, o ainda autarca de Cabanelas disse que «tem existido muita contra informação» e muitas tentativas de o fazer desistir, assegurando candidatar-se «de corpo e alma» para «fazer de Vila Verde um concelho melhor e diferente».

«Não somos “cavalos de Tróia”, somos pessoas dispostas a dar o peito às balas e com um objectivo muito claro: ganhar a Câmara de Vila Verde e mudar o modo de gestão que existe actualmente», frisou.

Numa conferência de imprensa realizada na sede do partido em Vila Verde, acompanhado por Samuel Estrada e Conceição Alves, António Esquível assegurou que o PS «tem um projecto» para o concelho que será apresentado em breve.

«Começámos tarde, temos enfrentado muitas dificuldades, há muita gente a criar problemas, mas temos uma fé inabalável e vamos até ao fim: contem connosco», garantiu.

ESCOLHA LEGÍTIMA

Esquível sublinhou que a sua indicação como candidato «tem toda a legitimidade» e cumpriu todos os requisitos, tendo o nome sido aprovado pelos representantes locais e remetido à Federação Distrital, «que não teve qualquer ingerência» no processo.

«A Federação de Braga do PS não teve rigorosamente nada que ver com esta escolha. O meu nome foi ventilado, eu mostrei disponibilidade e a aprovação foi feita por unanimidade. Em 2017, o candidato do PS foi escolhido de forma diferente?», afirmou.

Pediu, por isso, que as «questões paralelas» sejam deixadas para trás e que haja união em torno da sua candidatura: «Contamos com todos».

SUBIR O NÍVEL

A conferência de imprensa serviu ainda, segundo Samuel Estrada, para o PS de Vila Verde «inaugurar uma nova forma de comunicar, pautada pela verdade e pela proximidade, evitando que a campanha desça de nível».

«Temos de fazer de tudo para que não passemos para um espaço permeável de insinuações e mentiras. O que realmente importa discutir é a proposta que o partido vai apresentar», reforçou.

Estrada garantiu «total apoio» à candidatura de António Esquível, sublinhando que «em momento algum se colocou qualquer obstáculo» à sua indicação como candidato do PS.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.