PAÍS

PAÍS -

Atendimento prioritário nos serviços públicos deixa de exigir marcação prévia

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Os serviços públicos mantêm a obrigatoriedade de marcação prévia para atendimento presencial, à excepção do atendimento prioritário.

Assim, pessoas com deficiência ou incapacidade, idosos, grávidas e pessoas acompanhadas com crianças ao colo não necessitam de marcação.

PUBLICIDADE

No caso de existir mais de uma pessoa com direito ao atendimento prioritário, este será feito por ordem de chegada.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS