PAÍS -

PAÍS - -

Banco de Portugal recomenda verificação do extracto de comissões

O Banco de Portugal emitiu, esta terça-feira, uma recomendação aos clientes bancários para que verifiquem o seu extracto de comissões, que tem de ser enviado pelos bancos durante este mês de Janeiro, explica o Dinheiro Vivo.

“Se tem uma conta de depósito à ordem saiba que, durante o mês de Janeiro, deverá receber um extracto de comissões”, lembra o supervisor da banca em comunicado.

No extracto de comissões, deve constar informação detalhada sobre “a comissão unitária cobrada por cada serviço e o número de vezes que o serviço foi utilizado” bem como o montante total das comissões cobradas para todos os serviços prestados durante o ano anterior.

O documento tem ainda de detalhar “a taxa de juro aplicada à facilidade de descoberto, se a tiver contratado, ou a eventuais ultrapassagens de crédito, e o montante total dos juros cobrado” e “a taxa de juro remuneratória aplicada à respectiva conta à ordem, se existir, e o montante total dos juros auferidos”.

O Banco de Portugal frisa que o extracto de comissões é enviado pelo banco através do meio de comunicação que foi acordado com o cliente.

“Pode receber o extracto pelo correio, por e-mail, através do homebanking ou da app do seu banco. Se o extracto de comissões lhe for enviado por e-mail, a mensagem de correio electrónico deve conter, no assunto, a expressão “extracto de comissões””, adianta o supervisor.

Caso seja disponibilizado através do homebanking ou da app, o banco deve informar o cliente, por e-mail ou por SMS, sobre o local do site ou da app onde pode consultar.

Além deste comunicado, o Banco de Portugal disponibilizou, na sua página na Internet, um vídeo com informação sobre o extracto de comissões.

Partilhe este artigo no Facebook
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE