REGIÃO

REGIÃO -

Câmara de Esposende avança com concurso para projecto de polo da UMinho na Apúlia

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Câmara de Esposende vai avançar com a abertura do concurso público para a elaboração do projecto de instalação do Instituto Multidisciplinar de Ciência e Tecnologia Marinha, na Estação Radionaval de Apúlia.

A decisão foi tomada esta quarta-feira em reunião entre o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, o reitor da Universidade do Minho (UMinho), Rui Vieira de Castro e o vice-reitor para a Investigação e Inovação, Eugénio Campos Ferreira

PUBLICIDADE

Em nota à imprensa, a autarquia afirma que na reunião “ficou acordado que o futuro polo, além da forte vertente de investigação para a qual estava inicialmente vocacionado acolherá projectos de educação e formação, tendo, ainda, uma estrutura de incubação de empresas”.

Na mesma reunião ficou, também, estabelecido entre as partes, avançar com uma “base efectiva” de colaboração, tendo em vista a instalação do Centro de Divulgação Científica de Actividades Marinhas, que ficará sediado no Forte de S. João Baptista.

O protocolo de cooperação, entre o município esposendense e a UMinho foi firmado em Março de 2015, contemplando a instalação de duas unidades dedicadas à investigação e tecnologia marinhas. Posteriormente, alargou-se à investigação e à inclusão da componente de ensino.

A decisão do município avançar com a abertura de um concurso público responde à inclusão do CVTMar – Centro de Valorização de Tecnologia baseada em Recursos Marinhos no mapeamento de infra-estruturas tecnológicas nacionais da Agência Nacional de Inovação (ANI) que confere reconhecimento acrescido ao projecto.

De resto, refere a autarquia, “este mapeamento está intrinsecamente alinhado com o anúncio recente de investimento na investigação e economia do mar no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência e, perspectivando os quadros comunitários de apoio, permite fundamentar um projecto de grande importância para Esposende, atraindo massa crítica e implementando o arranque do ensino superior no concelho”.

Recorde-se que a Câmara adquiriu, em Setembro de 2018, por 936 mil euros, cerca de 3,5 hectares de terreno, dos 14 que formam a Estação Radionaval Almirante Ramos Pereira, em Apúlia e vai agora “reforçar esta aposta com um investimento considerável na elaboração do projecto”.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.