25 DE ABRIL (Vila de Prado): Carlos Arantes deixa o desafio: «Temos que melhorar a confiança dos cidadãos na política e nos políticos!»

25 DE ABRIL (Vila de Prado):
Carlos Arantes deixa o desafio: «Temos que melhorar a confiança dos cidadãos na política e nos políticos!»

O Poder Local, apresentado como uma das maiores conquistas do 25 de Abril, foi o mote geral das intervenções nas cerimónias comemorativas da “Revolução dos Cravos” em Vila Verde, realizadas esta manhã. «Apoiamos a actual Lei de transferência de competências do Estado para as autarquias, mas esperamos que venham acompanhadas do respectivo envelope financeiro», alertou o presidente da câmara, António Vilela. O presidente da Assembleia Municipal, Carlos Arantes, foi mais longe e lançou novos «desafios: Temos que contribuir para a melhoria da qualidade da nossa democracia. Temos que melhorar a confiança dos cidadãos na política e nos políticos!».

Foi forte o envolvimento popular nas cerimónias, que – à passagem do 45º aniversário – decorreram na vila de Prado, com uma participação activa e brilhante das colectividades locais.

 

PUBLICIDADE

«VOTAR É HONRAR O 25 DE ABRIL» – Albano Bastos (Presidente da JF Vila de Prado)

«A vila de Prado honra-se de ser palco das comemorações», começou por afirmar o autarca local, Albanos Bastos, que deixou uma palavra de «enorme agradecimento aos que tornaram isto possível». O presidente de junta aproveitou ainda para apontar o «direito ao voto» como uma das grandes conquistas do 25 de Abril. Na sequência, face à proximidade das eleições europeias, deixou o repto: «Têm sido eleições com muita abstenção, pelo que devemos votar para honrar os valores de Abril. É um voto na democracia».

 

«FORTALECER O SERVIÇO PÚBLICO» – Sérgio Sales (CDU)

Coube ao único eleito da CDU na assembleia municipal, Sérgio Sales, abrir a participação das diferentes forças políticas representadas naquele órgão, realçando o «papel determinante» do PCP na revolução e no pós-revolução. Assinalou a necessidade de «fortalecer o serviço público» e de «reforçar o Poder Local».

Sublinhou ainda que «este é o momento para afirmar ainda mais a dignidade dos direitos do trabalho e dos trabalhadores».

 

«AINDA HÁ MUITA DESIGUALDADE ENTRE GÉNEROS» – Cláudia Pereira (CDS-PP)

       

A porta-voz do CDS-PP no órgão deliberativo municipal, Cláudia Pereira, fez notar que a nossa democracia «ainda é muito jovem. Ainda há muita desigualdade entre géneros. Temos que trabalhar este paradigma da igualdade de género. Exige responsabilidade e envolvimento de todos».

Vincou, por fim, «a luta contra a desertificação e abandono das terras» como outro desafio  actual. Deus esteja connosco no encontro deste caminho!».

 

«…CONTINUAM A CONSOLAR O POVO COM PÃO E CIRCO» – Conceição Alves (PS)

Numa postura mais subliminar, mas com alvos bem definidos, a porta-voz do PS, Conceição Alves, assinalou as conquistas de “Abril de 1974”. «O saldo é francamente positivo, mas não está tudo feito», afirmou. Realçou mesmo que «parte do progresso e desenvolvimento que atingimos deve-se ao Poder Local».

No entanto, assinalou que os valores da democracia conquistada na “Revolução de Abril” «ainda não chegou a todo o lado. Alguns entenderam, realizando desenvolvimento e progresso; outros continuam a consolar o Povo com pão e circo. E há alguns que convivem mal com a democracia e o respeito pela opinião dos outros».

E deixou o aviso: Aumentou no País a figura do autarca que usa a sua condição de decisão em proveito próprio. É uma das maiores manchas do Poder Local!».

 

«SEJAM BEM-VINDOS À VILA DOS SONHOS» – Carlos Correia (PSD)

A fechar o ciclo de intervenções dos partidos com assento na Assembleia Municipal, coube ao pradense Carlos Correia, do PSD, assinalar a importância das comemorações na vila. «Sejam bem-vindos à vila dos sonhos», começou por afirmar. E deixou claro que «a democracia vive da participação dos cidadãos».

 

«TRANSFERÊNCIA DE COMPETÊNCIAS PARA PODER LOCAL …COM ENVELOPE FINANCEIRO» – António Vilela (Presidente da CMVV)

Coube ainda ao presidente da câmara de Vila Verde, António Vilela, assinalar «a excelente organização e participação» das comemorações na Vila de Prado e vinca, dessa forma, «a importância do Poder Local. Estamos próximos e mais atentos».

Daí ter vincado o «apoio» à Lei-quadro da transferência de competências para as autarquias locais, embora com um senão: «Apoiamos a actual Lei de transferência de competências do Estado para as autarquias, mas esperamos que venham acompanhadas do respectivo envelope financeiro».

 

«MELHORAR CONFIANÇA DOS CIDADÃOS NA POLÍTICAS E NOS POLÍTICOS» – Carlos Arantes (Presidente da AM)

Já o presidente da Assembleia Municipal de Vila Verde, Carlos Arantes, alinhou por outro diapasão. «As conquistas de Abril ainda não estão completamente realizadas», disse. Afirmou que existem, agora, «novos desafios: Temos que contribuir para a melhoria da qualidade da nossa democracia. Temos que melhorar a confiança dos cidadãos na política e nos políticos!».

Na óptica de presidente da AM de Vila Verde, «deve ser lançado um código de valores rígido e um compromisso sério com a gestão do bem público. Esses são os valores de Abril».

VEJA EDIÇÃO COMPLETA NA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL “O VILAVERDENSE”, DIA 06 DE MAIO NAS BANCAS!

[email protected]