BRAGA –
‘Convergências Portugal-Galiza’ consolida ponte entre culturas dos dois lados da fronteira

O ‘Convergências Portugal-Galiza’ começou por ser uma semana cultural com o objectivo valorizar as culturas portuguesa e galega e servir de ponte para trilhar novas redes entre os artistas dos dois lados da fronteira.

Esta sexta edição, que arranca este domingo, junta agora exposições e colóquios à música, poesia, teatro e cinema que marcaram edições anteriores e estende-se até 1 de Março.

O ‘Convergências’, que se divide entre Braga, Santiago de Compostela, Padrón e Ponteareas, abre com um tributo a Zeca Afonso no Theatro Circo, em Braga, pela Orquestra Filarmónica de Braga, Canto D’Aqui, Coro de Pais do Conservatório Calouste Gulbenkian e Orfeão de Barcelos, com Janita Solomé e a cantora galega Uxía como convidados. O espectáculo está esgotado.

PUBLICIDADE

No dia seguinte, dia do nascimento de Rosalía de Castro, na Casa dos Crivos, é projectado o documentário sobre a escritora e poetisa galega.

No dia 24, a Codeceda Viva apresenta no Posto de Turismo de Braga, pelas 16h00, o Caminho de Santiago (Geira -Arreeiro), inserido na preparação do Xacobeo 2021.

‘Fado Convergente’, com Adriana Moreira, Iria Estévez, Ana Lains e os guitarristas Artur Caldeira e Daniel Parede, é o nome do espectáculo programado para as 21h30 do dia 25, no Auditório José Sarmento, no Mercado Cultural do Carandá (Braga), espectáculo que se repete dia 28 no Auditório R. Soutullo, em Ponteareas.

No dia 26, a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, recebe, pelas 21h30, a apresentação do livro ‘Rexurdimento, a Palabra e a Ideia’, de Anxo Angueira, por Carlos Pazos.

Já no dia 27, realiza-se o colóquio dedicado ao tema ‘As línguas minoritárias na Europa’, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Minho.

O Centro Cívico de Palmeira (Braga) é o local escolhido para a Escola Municipal de Artes Escénicas da Estrada & Tequexetéldere levar à cena, no dia 28, pelas 21h30, a peça ‘Contiños da Terra’.

Também neste dia, a Casa das Crechas, em Santiago de Compostela, recebe o concerto de Sérgio Mirra Trio, quando forem 23h00.

No dia seguinte, Sérgio Mirra Trio, agora acompanhado pelo Grupo Poesis, sob ao palco, pelas 21h30, do Teatro Principal de Santiago para novo concerto.

O ‘Convergências’ – que este ano integra o programa Braga 2020 Capital Europeia da Cultura do Eixo –  apresenta a 29 no Espaço Vita, em Braga, o concerto do cantautor e um dos maiores divulgadores da lírica galega, Amâncio Prada.

Este dia, mas no Auditório R. Soutullo acontece outro concerto ‘Convergências’ pela orquestra do Conservatório de Sopros de Ponteareas, pelas 20h00.

O ‘Convergências’ termina a 1 de Março, na Casa da Rosalía, em Padron, a partir das 16h00, com um concerto de Sérgio Mirra Trio, Grupo Poesis e os bracarense Canto D’ Aqui, que, em a parceira com a Câmara de Braga, é o organizador destes encontros culturais.