PAÍS

PAÍS -

Função pública em greve dia 12 de Novembro

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública confirmou esta segunda-feira a realização de uma greve nacional dia 12 de Novembro, para exigir ao Governo que altere a proposta de Orçamento do Estado para 2022. Aumentos de 90 euros para todos os trabalhadores e um salário mínimo de 850 euros na administração pública são reivindicações.

Para a estrutura sindical, a proposta de Orçamento “não dá resposta aos problemas dos trabalhadores” e o aumento salarial de 0,9% previsto no documento não é suficiente.

Segundo Sebastião Santana, a greve afecta “todos os sectores” da administração pública, sendo esperada uma “resposta muito firme dos trabalhadores a este Governo”.

PUBLICIDADE

“Estamos em crer que vai ser uma grande jornada de luta e que contribuirá para que o Governo altere as suas posições”, afirmou Sebastião Santana.

A Frente Comum exige aumentos de 90 euros para todos os trabalhadores e um salário mínimo de 850 euros na administração pública.

O relatório que acompanha a proposta de OE2022, entregue há uma semana pelo Governo no parlamento, prevê aumentos salariais de 0,9% para a generalidade dos funcionários públicos no próximo ano, o que, segundo o executivo, representa um esforço orçamental anual permanente de cerca de 225 milhões de euros.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.