JUSTIÇA - Julgado por três assaltos, dois deles em Vila Verde

JUSTIÇA -
Julgado por três assaltos, dois deles em Vila Verde

Fez três assaltos, dois deles em Vila Verde. Fernando Rocha Malheiro, de 23 anos, natural do concelho, vai ser julgado no Tribunal de Braga por furto.

A acusação diz que, o arguido, acompanhado de dois outros homens, um deles já falecido e outro menor de idade – à data com 15 anos – decidiu, em novembro de 2016, assaltar cafés para obter dinheiro e outros bens.

PUBLICIDADE

Em 3 de novembro, foram, pelas 3h00, à pastelaria Montalegrense em Braga, onde partiram o vidro da montra com uma pedrada, causando um prejuízo de 768 euros. Só que, o alarme tocou e o dono apareceu no local, o que os levou a fugir, sem nada levar.

Uma hora depois, estavam na Lage, em Vila Verde, tendo-se dirigido ao ao Café Plaza, na Avenida da República. O procedimento foi o mesmo: atiraram um paralelipípedo de granito ao vidro, causando um prejuízo de 220 euros.

O «patrão» do estabelecimento, que mora por cima, acordou e veio à janela, tendo gritado “Ah seus ladrões!”. Ato contínuo, o trio abandonou, apressadamente, o local. Mas não desistiu da vontade criminosa, já que se dirigiram para o Café Cruzeiro, também na Lage, onde chegaram pelas 4h30. Aí partiram o vidro de uma janela, entraram, e furtaram um telemóvel, um computador portátil, uma calculadora e 14 lotes de «raspadinhas». Uma parte destas foi recuperada pela GNR local.

O arguido está acusado de três crimes de furto qualificado, dois deles na foram tentada. O menor, também de Vila Verde. foi considerado inimputável, por não ter 16 anos, mas foi entregue ao departamento que se ocupa de crimes praticados por menores.

Luís Moreira (CP 8078)