VILA VERDE

VILA VERDE -

Júlia Fernandes assume presidência da Câmara. «Propostas são para cumprir»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A nova presidente da Câmara de Vila Verde, Júlia Fernandes, garantiu esta sexta-feira que os compromissos inscritos no programa autárquico do PSD «são para cumprir» e apontou a mobilidade, a educação, o apoio social e o ambiente como prioridades.

Durante a sessão de instalação dos novos órgãos autárquicos, a sucessora de António Vilela disse querer «trabalhar com todos, em rede, de forma articulada» para dar continuidade ao trabalho realizado nos últimos anos.

PUBLICIDADE

«O resultado eleitoral revela que as pessoas reconhecem a valia do trabalho anteriormente realizado. Temos um enorme peso da responsabilidade, mas tudo faremos para não defraudar as expectativas de nenhum vilaverdense e para implementar projectos estruturantes», frisou.

Júlia Fernandes pretende que Vila Verde seja um «concelho mais moderno, mais justo e mais inclusivo», que esteja «devidamente orientado e mobilizado para os desafios do futuro», sendo capaz de «fixar população, atrair residentes e ter mais investimento económico».

Se a educação «será uma das grandes prioridades deste mandato», a mobilidade é «um dos pilares alicerçantes» e, por isso, a autarca assume a necessidade de construir uma nova ligação entre a Vila de Prado e o parque industrial de Oleiros e o eixo Norte-Sul entre Soutelo e o parque industrial de Gême, além de «desenvolver todos os esforços» para a concretização de uma variante à Estrada Nacional 101

RIGOR E TRABALHO

Apontando aos novos instrumentos financeiros, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e o quadro comunitário 2030, Júlia Fernandes garantiu que o seu executivo «não abdicará» de ter «rigor nas contas e investimentos estruturantes» para o concelho.

«Esta é a hora de arregaçar as mangas e trabalhar com afinco pelo progresso da nossa terra e as necessidades das nossas gentes», sublinhou.

Liderado por Júlia Fernandes, o novo executivo municipal integra Manuel Lopes, Michele Alves, Patrício Araújo e Adriano Ramos, eleitos pelo PSD. António Esquível Gomes é o vereador do PS e Fernando Silva – que não tomou posse por ter tido um acidente de viação – representa o Chega.

A Assembleia Municipal continua a ser presidida por Carlos Arantes (PSD).

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS