VILA VERDE -

VILA VERDE - -

‘Letra’ junta-se a cervejeiros artesanais para oferecer 100 mil litros de desinfectante

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A cerveja Letra, de Vila Verde, é uma das cervejeiras artesanais que se juntaram para oferecer ácido peracético diluído, e pronto a utilizar, para a desinfecção de equipamentos e materiais, a forças de segurança, Protecção Civil, autarquias, centros de saúde, entre outras entidades.

A iniciativa, partilhada nas redes sociais, que já reuniu cerca de três dezenas de cervejeiras artesanais e grupos cervejeiros, juntou 100 mi litros de ácido peracético diluído.

Este é um período excepcional e desafiante para todos. A Covid-19 exige uma acção efectiva, uma prevenção eficaz e a colaboração de todos para que se possam salvar vidas, combatendo o vírus, lutando com todos os meios possíveis”, afirmam a organização em nota ao PressMinho/OVilaverdense.

PUBLICIDADE

O ácido peracético  é utilizado para a desinfecção de equipamentos e apresenta características esterilizantes, fungicidas, viricidas, bactericidas e esporicidas. Pode ser usado em vidro, porcelana, polietileno, polipropileno e teflon(r), em PVC, polietileno e aço inoxidável.

#MuitoMaisQueCerveja

A iniciativa partiu de Hugo Santos, produtor da cerveja Chica, de Lisboa, que ao ser alertado pelas forças de segurança, percebeu que o ácido peracético utilizado para higienizar e desinfectar os equipamentos, poderia ser usado larga escala pelas entidades e autoridades. Partilhou no grupo fechado de cervejeiros no WhatsApp e, conta, “rapidamente todos se juntaram, unindo esforços, cedendo stocks, embalagens e transporte”.

Diogo Trindade, produtor da cerveja Lindinha Lucas, do Porto, e administrador do grupo no WhatsApp, escreveu um comunicado que partilhou nas redes sociais, exponenciando o alcance da iniciativa. 

João Brazão, produtor da cerveja Trevo, da Costa da Caparica, e João Calha, da Epicura, de Coimbra, sublinham que “esta acção dos produtores de cervejas pretende contribuir com um serviço fundamental para a comunidade”, esperando que seja “uma iniciativa abrangente e inspiradora, também para outros sectores e empresas, para uma intervenção efectiva a nível local, junto de todas as entidades necessitadas”.

Foram, então, definidos pontos de entrega de donativos de mais materiais e recolha de ácido peracético pronto a usar nas cidades do Porto, Coimbra, Lisboa e na Margem Sul de Lisboa.

Entre todas as cedências de stocks, oferta de cervejeiros e distribuidores, até agora, já foram disponibilizados cerca de 100 mil litros de ácido peracético diluído, quantidade que pretendem ampliar nos próximos dias. 

Até agora aderiram à iniciativa #MuitoMaisQueCerveja as seguintes empresas do ramo cervejeiro: Chica, Trevo, Lindinha Lucas, Epicura, Craft Temple Distribuição, Kenga, Gayata, Rima, Piratas Cervejeiros, Velhaca, Post-Scriptum, Fidélis, Tough Love, Biltre, Sovina, Barona, Praxis, Xô Carago, Alvoreada, Ermida, Lince, Açor, Lupum, Colossus, Nortada, Bordalo, Letra, a este movimento solidário juntou-se também a cervejeira de Vialonga, do Grupo Central de Cervejas, bem como a Christeyns, Quimiserve.

APELO À AJUDA

As empresas cervejeiras lançam o repto e pedido de apoio a outras empresas, para que também contribuam, juntando-se ao movimento “para ampliar quantidades, já que não há desinfectantes disponíveis em grande escala em Portugal”.

Faltam embalagens para transporte, como garrafões ou baldes com tampa, embalagens para aplicação do desinfectante, como borrifadores, e falta mais líquido desinfectante, sendo pedido às empresas produtoras e distribuidoras de produtos químicos para desinfecção, que também colaborem para ser possível combater a Covid-19 de forma mais célere”.

Para mais informações, donativos e recolhas, deve contactar as seguintes cervejeiras, por região:

PORTO
Lindinha Lucas
Diogo Trindade: T. 917 889 403 | [email protected]

COIMBRA
Epicura
Marco Contente: T. 965 198 530
João Calha: T. 962 481 306
[email protected]

LISBOA
Cerveja Chica
Hugo Santos: T. 961 702 515 | [email protected]

LISBOA – MARGEM SUL
Trevo
João Brazão: T. 961 624 100 | [email protected]

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS