REGIÃO

REGIÃO -

Março com Sabores do Mar reinventa-se em Esposende em tempos de pandemia 

Share on facebook
Share on twitter
Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A edição da Março com Sabores do Mar 2021 reinventou-se para fazer face à pandemia Covid-19, e conta com a participação de 25 restaurantes e 23 pastelarias e panificações, apesar de necessariamente diferente e mais reduzida em termos de programação.

Apresentada esta quinta-feira, a 22ª edição mantém, contudo, o foco na promoção dos pratos de peixe e mariscos da restauração local, sem esquecer a doçaria e panificação produzidas no concelho, dando também destaque a outros produtos locais, associados ao projecto ESlocal.

Sobre o evento, Benjamim Pereira, presidente da Câmara de Esposende, notou que o evento está “perfeitamente consolidado” e que “tem vindo em crescendo, ano após ano, tanto no plano da inovação como em termos de abrangência”

PUBLICIDADE

Devido à pandemia, o autarca afirmou que “o município teve que inovar e reinventar a iniciativa, que mantém o propósito de afirmar Esposende como um destino de referência gastronómica”, referindo que a estratégia “assenta na promoção e valorização do território concelhio, particularmente das suas potencialidades e produtos endógenos”.

NOVO APOIO

Benjamim Pereira aproveitou a apresentação do evento para anunciar mais um incentivo para os empresários que viram os seus estabelecimentos encerrados ou as suas actividades suspensas decorrente da situação pandémica

Trata-se, explicou o autarca da disponibilização de uma verba de 200.000 euros para apoio às empresas que cumpram com os requisitos que serão publicados brevemente. Um dos requisitos para beneficiar da totalidade do apoio é que a verba seja aplicada territorialmente, num espírito de entreajuda entre os empresários concelhios.

CORAGEM

O director operacional da Entidade Regional Turismo do Porto e Norte de Portugal, Marco Sousa, saudou o município pela “coragem” de realizar o Março com Sabores do Mar em contexto de pandemia e pelo “arrojo de reinventar o evento em condições adversas”.

Marco Sousa destacou também a mais-valia da iniciativa “enquanto veículo de promoção da gastronomia local e do próprio território”, enaltecendo ainda “a aposta na capacitação dos agentes da área da restauração, considerando que será um “factor decisivo” para quando for retomada a actividade normal.

PROMOÇÕES ONLINE

O vereador do Desenvolvimento Económico, Sérgio Mano, frisou que “a capacitação dos operadores da restauração volta a acontecer, através da realização de showcookings e workshops”.

“A expectativa é de que as unidades de restauração possam abrir as portas entretanto, razão pela qual o evento se estende até Abril, de modo a possibilitar a degustação das propostas gastronómicas desta edição”, afirmou.

Os doces e produtos endógenos também estão em destaque, mas apenas com promoção online. 

Sérgio Mano referiu, a propósito, a criação do selo de certificação que atesta a qualidade dos produtos locais e a iniciativa Km0 que, assente na economia circular, leva os produtos directamente do produtor aos restaurantes.

Além dos restaurantes e das pastelarias e panificações, participam no avento a Cooperativa Agrícola de Esposende, Associação de Pescadores Profissionais do Concelho de Esposende (APPCE), Lacticínios de Marinhas, produtores de cogumelos, vinhos, licores e cerveja artesanal.

PREMIOS

A sessão de apresentação serviu para a entrega dos prémios do concurso gastronómico da edição de 2020, em virtude da programação da edição do ano passado ter sido interrompida abruptamente, face à situação de emergência provocada pela pandemia. 

Face à actual situação pandémica, estiveram presentes somente os representantes das unidades de restauração primeiras classificadas, sendo que os restantes prémios são entregues à posteriori. 

Assim, na Qualidade Gastronómica, o prato ‘Ballotine de polvo à Buraco’, do ‘Buraco’, conquistou o primeiro lugar; o prato ‘Caldeirada no tachinho’, do ‘Camelo’, classificou-se em segundo; e a ‘Rita Fangueira’, com o prato ‘Filetes de polvo com arroz do mesmo’, alcançou o terceiro lugar. 

Estas distinções justificam-se pela qualidade da confecção do prato, excelência dos géneros, apresentação e palato.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS