CULTURA

CULTURA -

Maria Adelina Vieira. A escritora de Vila Verde que resgata a história de Braga na II Guerra Mundial

Share on facebook
Share on twitter
Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Vilaverdense de coração e bracarense por adopção, a escritora Maria Adelina Vieira é a autora do romance “Braga – Briga de Espadas”, que resgata a história desconhecida de Braga na II Guerra Mundial e no pós-guerra.

A narrativa do livro, que foi apresentado esta quarta-feira à noite na Biblioteca Municipal Professor Machado Vilela, começa em Vila Verde, em tempos de pobreza extrema, ainda no decorrer da II Grande Guerra que assolou a Europa.

PUBLICIDADE

É no desenrolar da trama que o leitor é transportado até à Braga do final dos anos 1940 onde, apesar dos ditames do regime, há gente que vê, ouve e lê.

Pela história passam mulheres, aldeãs que sejam, cuja sensibilidade extrema as leva, numa vertigem de auto-aprendizagem, a intervir num mundo com que não se conformam.

Há ainda muitas mais figuras, pícaras ou trágicas, que se adensam numa obra notável, retrato de um tempo desaparecido que se nos apresenta como guardião de memórias que não nos podemos dar ao luxo de perder.

A sessão contou com a colaboração da Academia de Música de Vila Verde e do clube de teatro da Escola Secundária de Vila Verde, VerdEmCena, que efectuou a leitura encenada de algumas passagens do romance.

Natural de Duas Igrejas, na Ribeira do Neiva, em Vila Verde, Maria Adelina Vieira reside actualmente em Braga.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.