PAÍS –  Ministro Pedro Marques debateu Orçamento de Estado com PS de Braga

PAÍS –
Ministro Pedro Marques debateu Orçamento de Estado com PS de Braga

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques esteve em Braga, para uma apresentação pública do Orçamento de Estado 2019. O governante realçou “a recuperação económica do país”, confiando na “continuação da governação implementada pelo PS, por vontade dos portugueses”, na presença do secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade, José Mendes, de vários deputados da Assembleia da República eleitos pelo círculo de Braga, além de representantes das concelhias e autarcas dos municípios do Distrito.

Pedro Marques afirmou que “o contexto actual, que permite uma abordagem mais optimista do futuro, só é possível porque foi o PS que esteve no Governo nos últimos anos”. Acrescentou ainda que “a mobilização do partido implica debater, reflectir e depois seguir um caminho”, confessando que “o caminho desta governação orgulha-me enquanto socialista, pois a esquerda reformista foi capaz de eliminar a dureza dos anos da troika pondo o país a andar num caminho muito melhor”.

PUBLICIDADE

Joaquim Barreto, presidente da Federação Distrital de Braga do PS, também falou da “mobilização forte dos socialistas da região, com a presença de vários elementos do Governo num trabalho de proximidade”, realçando ainda a “qualidade do trabalho preparatório deste debate”.

“O debate e a reflexão sobre o próximo plano de investimentos, no âmbito do orçamento da Nação mereceram a adesão massiva de uma sala repleta de socialistas na sede da Federação Distrital de Braga do PS”, assegura Barreto em jeito de balanço do encontro.

PREOCUPAÇÕES SOCIALISTAS

Os socialistas bracarenses aproveitaram a oportunidade para apresentar manifestar a Pedro Marques algumas preocupações, nomeadamente sobre a educação e da carreira docente, acessibilidades, descentralização e da reforma das freguesias.

As energias renováveis, a mobilidade, o ambiente e a floresta, a descida da taxa de desemprego e o aumento da competitividade das empresas foram alguns temas que, consensualmente, “permitirão encarar o futuro de forma mais optimista”.