PARADA DE GATIM (Vila Verde) -

PARADA DE GATIM (Vila Verde) - -

Morreu um dos maiores folcloristas de Portugal, o vilaverdense Adelino Fernandes Pinto

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O folclore português perdeu, esta tarde, um dos seus maiores, o vilaverdense Adelino Fernandes Pinto. Fundador do Grupo Folclórico das Lavradeiras de Parada de Gatim, era um estudioso do cancioneiro popular minhoto e das danças e cantares que deram cor e brilho a muitas das participações do grupo em incursões nacionais e internacionais. A canção e dança à “Senhora do Sameiro” é um dos ícones maiores do grupo, canção por si eternizada no cancioneiro popular. Mas foi nos nos trajes que se destacou mais.

Era responsável pelo levantamento e confecção dos trajes do grupo, onde o critério e rigor se tornaram as suas imagens de marca. Aliás, fazia recolha nos “recantos do Minho” e possui um dos mais ricos espólios de trajes e artigos tradicionais ligados ao folclore, às lides da lavoura, das festas e romarias dos nossos antepassados.

PUBLICIDADE

O jornal “O Vilaverdense” dedicou, na última edição de Julho de 2019, uma ampla reportagem dos 50 anos do Rancho Folclórico das Lavradeiras de Parada de Gatim, onde foi possível registar um dos seus últimos testemunhos ainda em vida.

Adelino Fernandes Pinto morreu esta tarde, com 79 anos de idade.

O funeral realiza-se amanhã, pelas 18h00, na igreja paroquial de Parada de Gatim.

Ranchos folclóricos do Minho dançam e cantam à Senhora do Sameiro, em Braga.  

ovilaverdense@gmail.com

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS