REGIÃO

REGIÃO -

‘Os Verdes’ querem que Governo revele documentação sobre avarias e acidentes em passagens de nível de Barcelos 

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Mariana Silva do Partido Ecologista Os Verdes (PEV) questionou o Ministério das Infra-estruturas e da Habitação sobre alegadas avaria e acidentes nas passagens de nível (PN) nas freguesias de Quintiães e Aguiar, em Barcelos. A deputada quer ainda que o Governo revela os documentos sobre o funcionamento daquela PN.

Dando conta de uma “nova situação de alegada avaria” na passagem de nível a 13 de Janeiro deste ano, testemunhada por uma pessoa que afirma que “a sinalização foi activada tardiamente, ou seja, já com o comboio muito perto da PN”, e que no dia, seguinte, segundo ainda a mesma testemunha, os técnicos no local afirmaram que “os sinais fecharam um pouquinho tarde”, Mariana Silva pretende conhecer a documentação que “permita aferir sobre conclusões da IP relativamente ao funcionamento das PN com base nos registos da monitorização complementar das câmaras de vigilância, desde a sua instalação”, nas três PN nas freguesias de Quintiães e Aguiar.

O PEV quer ainda acesso a relatórios e/ou conclusões das acções de Manutenção Preventiva Sistemática trimestrais nas três PN desde Novembro de 2019 e a mesma documentação referente à PN de Carapeços. O partido pede igualmente documentos sobre as PN de Cristelo (Caminha) e Silvalde (Espinho).

PUBLICIDADE

No requerimento remetido ao Governo, através do Parlamento, Mariana Silva lembra que em Março do ano passado ‘Os Verdes’, também em pergunta dirigida ao mesmo ministério, tutelado por Pedro Nuno Santos, solicitava informações sobre o funcionamento das mesmas PN a propósito de desconformidades no funcionamento da alarmística, com as barreiras não desceram à passagem do comboio ou a ficar em ‘baixo’ por períodos prolongados após passagem das composições.

Em resposta, diz Mariana Silva. o ministério informou que nas passagens de nível situadas nas freguesias de Quintiães e Aguiar as acções de manutenção, realizadas em Novembro de 2019, “não tinham detectado anomalias”, assegurando ainda que “nos procedimentos de auditoria ao registador jurídico de eventos (caixa negra), nas passagens de nível em apreço, não existia indício de eventos contra a segurança”.

No entanto, acrescenta a deputada de ‘Os Verdes’, “devido aos relatos de avarias recebidos, entendeu a IP dotar as três passagens de nível existentes nas freguesias de Quintiães e Aguiar, de câmaras de vigilância como serviço técnico complementar ao sistema de monitorização”, o que parece não estar a funcionar correctamente segundo o que população tem testemunhado, daí este novo requerimento ao Governo.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS