PAÍS –

PAÍS – -

PSP destruiu mais de 37 mil armas em 2018

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Polícia de Segurança Pública (PSP) destruiu, em 2018, um total de 37 351 armas, mais 10 878 do que no ano anterior, concluída que está a 12ª acção de destruição de armas, que decorreu na semana passada, numa empresa especializada, no Seixal.

Nesta última acção, procedeu-se à destruição de 1 768 armas de fogo e armas brancas.

PUBLICIDADE

As armas destruídas foram declaradas como perdidas a favor do Estado no âmbito de processos-crime, contra-ordenação ou administrativos, depois de terem sido apreendidas pela PSP e demais autoridades policiais.

Foram apreendidas a nível nacional, no decorrer da missão preventiva policial, em especial no contexto de apreensões em processos associados à prática de crimes violentos com o emprego de armas de fogo e demais ilícitos conexos.

Integraram ainda este lote as armas entregues voluntariamente ao Estado pelos seus detentores ou achadores.

As armas foram mandadas destruir «dado o estado de degradação em que se encontram as pistolas, revólveres, espingardas, punhais, navalhas, espadas, que constituem a quase totalidade do lote das armas destruídas e a sua inutilidade para a actividade operacional, formativa, cultural, museológica ou outra das forças de segurança».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.