REGIÃO - Requalificação da Escola Gonçalo Sampaio prestes a ser concluída

REGIÃO -
Requalificação da Escola Gonçalo Sampaio prestes a ser concluída

A obra de requalificação da Escola Prof. Gonçalo Sampaio, na Póvoa de Lanhoso, fica concluída ainda em agosto, para que tudo esteja pronto no início do ano escolar.

“A requalificação deste estabelecimento escolar, por onde passaram e passam sucessivas gerações de povoenses, era uma reclamação antiga dada a sua degradação e acreditamos que, se está quase concluída, é porque a Câmara,  decidiu intervir, e teve um papel muito ativo, numa área que nem era da sua responsabilidade direta”, lembra o Presidente da Câmara, Avelino Silva.

De momento, estão ser intervencionados (e em fase de conclusão) três pavilhões, dois de salas de aula e uma parte do pavilhão central, bem como a cobertura exterior.

PUBLICIDADE

“Estamos a fazer esforços para que tudo esteja pronto”, refere, por seu lado, a Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca. A Câmara – diz o seu Gabinete de Comunicação – também se encontra a intervir nos espaços verdes, no exterior, para garantir que, em setembro, também estes estejam concluídos e arranjados.

A “Requalificação e Modernização das Instalações da Escola Básica Gonçalo Sampaio” resulta de um investimento financiado pela Câmara Municipal, Ministério da Educação e Fundos Comunitários.

A operação foi candidatada e aprovada no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020. Esta operação visa realizar obras de requalificação e modernização nos blocos, A, B, C, D e E no prazo de 12 meses após a adjudicação da empreitada. O investimento total elegível da operação é de 2.500.000€, financiados a 85% pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

CADERNOS GRATUITOS

A Autarquia oferece os cadernos de atividades a todos os alunos que frequentem 1º Ciclo do Ensino Básico no ano letivo de 2019/2020. Esta medida resulta da intenção da Câmara de reforçar os apoios concedidos nos anos anteriores, “minimizando o esforço das famílias, por forma a que todos os alunos possam dispor gratuitamente dos manuais escolares e dos cadernos de atividades”.

De lembrar que, no ano letivo transato, os alunos do 1º Ciclo foram abrangidos pelo regime de gratuitidade dos manuais escolares, tendo a Câmara, através do pelouro da Educação, complementado a medida preconizada pelo Ministério da Educação com a distribuição de livros de fichas/cadernos de atividades das diferentes áreas curriculares, atendendo aos escalões inerentes à ação social escolar.