AUTÁRQUICAS

AUTÁRQUICAS -

Sondagem da RUM e do Diário do Minho: Ricardo Rio aumenta votação e Hugo Pires perde votos

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Se as eleições autárquicas se realizassem hoje, Ricardo Rio, da coligação “Juntos por Braga”, (PSD/CDS/PPM e Aliança) seria reeleito com maioria absoluta, ultrapassando os resultados de 2013 e 2017, de acordo com uma sondagem hoje publicada hoje pela Rádio Universitária do Minho (RUM) e pelo jornal Diário do Minho.

A RUM explica – em artigo da jornalista Elsa Moura que aqui citámos – que, segundo a sondagem do Instituto de Pesquisa de Opinião e Mercado Lda (IPOM), se as eleições autárquicas se realizassem este domingo, a Coligação reforçaria a votação, elegendo mais um vereador do que há quatro anos e o PS alcançaria o pior resultado de sempre. Já a CDU perderia o vereador eleito há quatro anos.

Assim, Ricardo Rio, seria reeleito como presidente do município de Braga com 55,5% dos votos, resultado que representaria uma nova maioria absoluta e o melhor resultado de sempre, elegendo oito vereadores, mais um do que em 2017.

PUBLICIDADE

HUGO PIRES PERDE VOTOS

Em segundo lugar ficaria Hugo Pires, o número um da lista do Partido Socialista, com 23,3% das intenções de voto dos bracarenses, mantendo o número atual de vereadores, três, mas registando o pior resultado de sempre, inferior a 2017.

A sondagem – diz a ainda Rádio – prevê que o executivo municipal passe a ficar apenas com estas duas forças políticas, já que a CDU, encabeçada por Bárbara Barros, com 5,1% dos votos, perderá o seu lugar na vereação do executivo municipal, que integra 11 vereadores, obtendo uma votação mais baixa que o Bloco de Esquerda, representado por Alexandra Vieira, com 5,3%.

Com quatro novas forças políticas na corrida autárquica face a 2017, o Chega, liderado por Eugénia Santos, seria o quinto partido mais votado com 2,7% dos votos, seguido do PAN, encabeçado por Rafael Pinto com 1,6% dos votos. 1,2% dos votos seriam divididos pelo partido de Olga Batista, o Iniciativa Liberal (0,8%), e o Livre (0,4%) de Teresa Mota.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.