DESPORTO –

DESPORTO – -

UMinho debateu estratégias para o desporto no ensino superior em encontro nacional

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A implementação do Estatuto do Estudante Atleta, as medidas de apoio ao Alto Rendimento, a Sustentabilidade, as dinâmicas de desporto informal junto da comunidade académica e a importância do desporto no projecto educativo das instituições de ensino superior foram alguns dos temas em discussão no VI Encontro Nacional da Rede de Serviços Desportivos das Instituições de Ensino Superior (ENRSDIES).

Durante três dias mais de 50 participantes, provenientes de 12 instituições, para além de uma delegação da Federação Académica do Desporto Universitário, falaram sobre ‘Planos de Desenvolvimento Desportivo no Ensino Superior’.

PUBLICIDADE

O evento, organizado pelo Departamento de Desporto e Cultura dos Serviços de Acção Social (SASUM), trouxe a Braga personalidades como o presidente da Federação Académica do Desporto Universitário, André Reis, o adjunto do secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Nuno Ferreira, o presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude, Vítor Pataco, o presidente da Comissão de Atletas Olímpicos, João Rodrigues e o reitor da Universidade de Aveiro, Paulo Jorge Ferreira, entre outros.

No encontro, Sameiro Araújo, vice-presidente da Câmara de Braga, enfatizou a necessidade de promover hábitos de actividade física “desde tenra idade” de modo a melhorar os níveis de qualidade de vida de toda a população.

Já Paulo Cruz, pró-reitor da UMinho. optou por centrar a sua intervenção no trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela instituição minhota no âmbito do desporto universitário e do desporto para todos, assinalando que em 2020 se completam 25 anos da criação do Departamento de Desporto e Cultura dos SASUM.

Em jeito de balanço, Carlos Videira, director dos SASUM, afirmou que “a discussão centrou-se sobretudo nas iniciativas que é necessário empreender para criar uma cultura desportiva nas instituições de ensino superior que permita o desenvolvimento pleno de carreiras duplas por parte dos estudantes atletas e dos praticantes desportivos de alto rendimento.

“É necessário melhorar a legislação e agilizar uma série de procedimentos”, afirmou, concluindo que, em breve, será elaborado um relatório final do VI ENRSDIES, para ser apresentado à tutela e aos demais agentes desportivos e decisores do sistema de ensino superior.

“A gestão das instalações desportivas, a organização de eventos e a generalização da actividade física nos campi universitários foram outros dos pontos relevantes em discussão, com a partilha de boas práticas entre instituições, que permitirá desenvolver estratégias e programas no sentido de melhorar o desempenho em cada uma das universidades e institutos politécnicos que se fizeram representar nesta iniciativa”, concluiu o dirigente.

O VII ENRSDIES realiza-se em Janeiro de 2021 no Instituto Politécnico do Porto. O principal objectivo, partilhado por todos os participantes, passa por aumentar o número de instituições presentes no encontro, no sentido de potenciar o desenvolvimento do desporto no ensino superior em instituições que ainda estejam numa fase mais incipiente do mesmo.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS