INCLUSÃO

INCLUSÃO -

Vila Verde apresenta boas práticas para a inclusão de jovens

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Dois programas desenvolvidos pelo Município de Vila Verde destinados a jovens entre os 6 e os 12 anos e a alunos do Ensino Secundário e do 3º ciclo marcam o Guia de Boas Práticas em Diversidade e Inclusão, lançado no âmbito do V Fórum Nacional para a Diversidade e Inclusão.

A obra apresenta as boas práticas de responsabilidade social desenvolvidas por várias autarquias, entidades, empresas e organizações. De Vila Verde foram destacados os programas “Férias + Iguais” para crianças nos períodos de pausa lectiva e “Envolve-te na Igualdade” para jovens adolescentes.

PUBLICIDADE

O Guia de Boas Práticas de Diversidade e inclusão resulta do trabalho colaborativo de um Grupo de Trabalho constituído em 2020, que nasceu da missão de contribuir para «uma sociedade mais diversa e mais inclusiva, tendo como visão a diversidade e a inclusão como pilar da responsabilidade social das organizações».

O guia dá a conhecer mais de 100 práticas desenvolvidas por 56 entidades, a nível nacional, tendo em vista promover a diversidade. Dos resultados mais fortes destas práticas ressalta a sensibilização para o tema e envolvimento de colaboradores com a organização e a comunidade.

OS PROGRAMAS

O serviço de Acção Social do Município de Vila Verde explicou o programa “Envolve-te na Igualdade”, desenvolvida na área da formação e desenvolvimento pessoal, envolvimento com a comunidade e promoção da igualdade de género.

Esta prática foi dirigida a alunos do 3º ciclo do ensino básico e do secundário, através de diversas formas de expressão, tais como arte plásticas, fotografia, vídeo, teatro, reportagem e outras. Desta forma, pretende-se estimular uma forma criativa e activa de promover o combate à desigualdade baseado no género, dentro das comunidades escolares.

Outra das práticas apresentadas neste guia pela autarquia vilaverdense foi o programa “Férias + Iguais”, desenvolvido na área de gestão de pessoas e envolvimento interno. A iniciativa teve por objectivo proporcionar aos filhos dos colaboradores do Município de Vila Verde o contacto com diferentes mundos lúdicos e artísticos, através de workshops e oficinas diversas.

Com este programa, procurou-se impulsionar os valores da cidadania, igualdade de género e diversidade. Pretendeu-se igualmente promover a satisfação e bem-estar dos colaboradores, tendo como retorno a assiduidade, a motivação, o empenho e a fidelização.

CARTA PARA A DIVERSIDADE

A Câmara Municipal de Vila Verde é desde 2017, signatária da Carta Portuguesa para a Diversidade, entendida como «um dos instrumentos voluntários criados com o objectivo de encorajar os empregadores a implementar e desenvolver políticas e práticas internas de promoção da diversidade».

Como se refere na Carta para a Diversidade, esta consiste num «documento curto, assinado de forma voluntária por empregadores de vários sectores (público, privado com e sem fins lucrativos)».

Descreve medidas concretas que podem ser tomadas para «promover a diversidade e a igualdade de oportunidades no trabalho independentemente da origem cultural, étnica e social, orientação sexual, género, idade, características físicas, estilo pessoal e religião».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.