CULTURA - Vila Verde evocou Gualdim Pais esta tarde em Cervães

CULTURA -
Vila Verde evocou Gualdim Pais esta tarde em Cervães

A Torre de Gomariz, em Cervães, foi o local escolhido para a conferência inserida nas Jornadas Gualdianas, comemorativas do 9º centenário do nascimento de D. Gualdim Pais, onde foram abordados vários temas, entre eles, a fundação da nacionalidade portuguesa, a reconquista cristã na Península e a presença e influência dos templários no território vilaverdense.

Na iniciativa estiveram presentes o historiador Aurélio de Oliveira, que abordou a presença dos templários na “localidade”, num período em que o “mestrado” estava confiado ao cavaleiro medieval Gualdim Pais, e ainda Maria Adelina Vieira, que falou sobre a vida e obra de D. Godinho Soares, um arcebispo de Braga natural de Vila Verde, que se destacou no reconhecimento da independência de Portugal por parte de Roma.

Destaque ainda para a presença de Fernando Pinheiro, escritor e autor da biografia romanceada de D. Gualdim Pais, intitulada “Gualdim Pais – o Fronteiro de Deus”, e do também escritor João Lobo.

PUBLICIDADE

Esta iniciativa teve o apoio na organização do Município de Vila Verde.

IGREJA PAROQUIAL DE CERVÃES

Antes de prosseguir para a Torre de Gomariz, os intervenientes encontraram-se junto à Igreja Paroquial de Cervães, onde iniciaram os trabalhos com uma breve exposição/explicação histórica por Aurélio de Oliveira, sobre alguns elementos deixados pelos templários na Freguesia de Carvães.

TEATRO À NOITE

No Centro de Artes e Cultura de Vila Verde, a partir das 21.30 horas, sobe ao palco o drama histórico sobre a vida e obra de Gualdim Pais, segundo uma interpretação da Nova Comédia Bracarense, que já apresentou o espetáculo em cidades como Barcelos e Braga.