8 Outubro, 2020 – O Vilaverdense

JUSTIÇA -

Farmácia de Prado nega ter lesado o Estado com receitas falsas

A “Farmácia do Prado”, alegadamente envolvida numa fraude ao Estado em comparticipações de medicamentos, caso que será julgado a 13 de Janeiro de 2021 no tribunal de Matosinhos, argumenta que não praticou qualquer irregularidade ou crime, tese que irá defender perante os juízes. E diz-se “inocente”, o que vai tentar demonstrar em Tribunal.

REGIÃO -

Adiado julgamento de mulher que esfaqueou marido em Esposende

O Tribunal de Braga adiou, esta quarta-feira, por impossibilidade de comparência da advogada de defesa, o julgamento de Eliana Yurlev Henão, de 37 anos, uma colombiana naturalizada portuguesa, acusada de ter esfaqueado o marido, na casa onde viviam – quando ele dormia – em Marinhas, Esposende.