Salvador Sousa – O Vilaverdense

OPINIÃO -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (45). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

Nas últimas crónicas procurei sintetizar alguns relatos do “Milagre do Sol”, em Fátima do dia 13 de Outubro de 1917, vamos, agora, refletir um pouco sobre tudo o que foi presenciado, nesse dia, na Cova da Iria e testemunhado por crentes e não crentes, muitos que se encontravam lá para ridicularizar e maltratar os videntes, … Ler mais

OPINIÃO

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (45). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

OPINIÃO -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (44): Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

O jornal “O Século” esteve representado, no dia 13 de Outubro de 1917, pelo profissional, Avelino de Almeida, que era já um escritor muito conhecido, presente em tudo o que fosse espetacular para captar a atenção dos leitores do jornal que ali o enviara. Foi assim que um homem anticlerical, ao serviço da Maçonaria com … Ler mais

OPINIÃO

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (44): Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

OPINIÃO -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (43). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

Na crónica anterior, deixei-vos a narração do Cónego Formigão acerca do que presenciou na Aparição do dia 13 de Outubro. Agora vou transcrever a narração que o Doutor José Maria de Proença de Almeida Garrett, lente jubilado da Universidade de Coimbra, nos deixou, publicada pelo Visconde de Montelo no opúsculo «Os episódios Maravilhosos de Fátima», … Ler mais

OPINIÃO

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (43). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

OPINIÃO - -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (42). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

No dia 13 de agosto os pastorinhos não puderam marcar presença na Cova da Iria, devido à sua prisão, passando três dias em Vila Nova de Ourém sujeitos a ameaças, chorando com saudades da família e por não poderem estar no local das Aparições. Poderemos classificar isto como meramente humano, como intrujice ou ilusão? Estes … Ler mais

OPINIÃO –

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (42). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

OPINIÃO – -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (41). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

A aparição do dia 13 de julho já chamou a si milhares de pessoas, pois a notícia dos acontecimentos de Fátima chamava a si todas as atenções, mas Lúcia estava muito desanimada, desconsolada, triste, tentada, devido a tantos dissabores que tinha passado por parte da família, do Prior e, naquele momento, da sua própria imaginação, … Ler mais

OPINIÃO –

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (41). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

OPINIÃO - -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (40). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

A mãe da Lúcia levou a filha à residência paroquial na esperança de o Sr. Prior demovê-la do que dizia ter visto. Preparou a filha para o que deveria dizer, Quando já estava quase a entrar na residência paroquial, ainda frisou: «Não me rales mais! Agora diz ao Sr. Prior que mentiste, para que ele … Ler mais

OPINIÃO –

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (40). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

OPINIÃO - -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (39). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

A primeira aparição de Nossa Senhora, no dia 13 de Maio de 1917, foi num domingo. Os pastorinhos, após cumprirem o preceito dominical, como sempre o fizeram, assistindo à missa na Igreja Matriz, saíram calmamente com os seus rebanhos para a Cova da Iria, colaborando com os seus pais no sustento do lar, obedientes e … Ler mais

OPINIÃO –

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (39). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

OPINIÃO - -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (38). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

Estas crónicas sobre Fátima narram factos relatados por testemunhas credíveis e intelectualmente bem formadas. São catedráticos, como podemos verificar pela bibliografia, que escrevem e historiam tudo aquilo que investigaram em relação a tantos prodígios marianos nesta terra consagrada a Santa Maria. Sei que existem teorias que tentam desacreditar tudo o que se passou em Fátima, … Ler mais

OPINIÃO –

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (38). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

OPINIÃO - -

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (37). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade

O Cónego José Galamba de Oliveira, contemporâneo das aparições e, como já referi, um fidedigno estudioso, pois contactou, vivenciou e acompanhou de perto estas realidades, relata-nos, na obra que estou a ler, as três visões do Anjo e toda a história das Aparições de Nossa Senhora. Vou começar por apresentar algumas passagens das narrações das … Ler mais

OPINIÃO –

Fátima, sempre foi, já é e será sempre mais (37). Os lugares e as pessoas são as verdadeiras fontes da verdade